Prevenir o Bullying

Publicado: abril 12, 2007 em Bullying & Prevenção

Se os alunos forem orientados a ser receptivos e a integrar quem acaba de chegar explicando que ali não se tolera o bullying, tudo pode mudar. Isso evita o isolamento e o pré-julgamento do novato, que aprende a procurar ajuda. As turmas podem se organizar fazendo uma peça de teatro sobre o tema, que será apresentada para os pais e a comunidade.
Se os professores aplicarem dinâmicas  e atividades que envolvam a questão entre os adolescentes, estimulando o bom relacionamento, identificaremos o que sentem e se passam por algum problema.
Os professores devem ser orientados a, primeiramente, promover a conscientização das turmas sobre o bullying. Caso contrário, todos vão continuar com o que, para eles, é apenas uma brincadeira. Todos os casos devem ser levados a conhecimento da direção da escola. Isso não é terrorismo, não. Uma verdadeira direção abre sua sala para a garotada deixando-os a vontade, mostrando confiança e desembaraço. Ir para a direção, não significa uma punição. Precisamos conversar com todos os alunos e promover o entendimento e o respeito.

Assista o vídeo e comente… 

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM371587-7823-AGRESSIVIDADE+ENTRE+ALUNOS+GERA+PROBLEMAS+NAS+ESCOLAS,00.html

Keilla e Noemi

About these ads
comentários
  1. Cristina disse:

    Keila e Noemi

    Gostei muito de voces estarem apresentando este assunto, por fazer parte do nosso dia a dia. Felizmente não fui vítima do bullying, mas trabalhei com alunos que sofriam deste mal. Eram massacrados pelos colegas. Algumas crianças são vítimas da / na própria família. Penso que muitas vezes as pessoas não têm consciência do que estão fazendo ao outro, mesmo as crianças. O ser humano percebe o ponto fraco do outro e muitas vezes o ataca conscientemente ou não .
    A primeira vez que tive contato com esta denominação foi durante as apresentações das pesquisas realiadas pelo 3APGN, em 2007. Fato que foi de grande valia. E agora, mediante este espaço oferecido pelo prof Jarbas, a possibilidade de troca e de adquirir maiores informações sobre o assunto.
    Obrigada

    Cristina

  2. jarbas disse:

    Meninas,

    Por enquanto não vou falar do tema que vocês escolheram. Vou falar do blog. Tá bem bonito. E o assunto pode dar origem a muitas e boas conversas significativas entre educadores. Acho que vocês ainda estão usando uma linguagem muito cerimoniosa para se comunicarem. Lembrem-se de que blogs são espaços para a “conversa”. Isso exige de nossa parte certo esforço comunicativo uma vez que os formalismos que aprendemos em “redação” impedem uma comunicação mais fluente. Como é que a gente faz isso? Fazendo, ora.
    Outra coisa. Comecem a pensar em medidas que possam aumentar o tráfego no blog de vocês. Procurem ativamente leitores. Tomem alguma iniciativa para obterem um número razoável de comentários no espaço de vocês.
    Por enaquanto é isso aí. Renovo parabéns pelo trabalho que vocês estão realizando e espero vida longa para essa publicação. Abraço, Jarbas.

  3. Daniel Gatto disse:

    Keilla e Noemi, eu nunca tinha ouvido falar sobre o assunto, ou mesmo nao sabia que existe um ciência/estudo sobre as ações “estranhas” de crianças e adolescentes.
    Li pouco sobre os comentários, mas gostaria de saber se bullying apenas refere-se a ações agressivas em Turmas escolares ou também entre famílias? Acredito que em qualquer ambiente podemos tratar excesso de agressividade como Bullying, mas no caso de ações agressivas em famílias, como podemos ajudar tais pessoas com atitudes agressivas? Atençào e respeito são suficientes para prevenção do bullying? Existe algum tratamento profissional no Brasil?
    Abraços
    Daniel Gatto

  4. Olá,
    Muito interessante o tema abordado. Acredito que todas as escolas devem se conscientizar sobre este problema, pois é algo que pode ser resolvido com auxílio de profissionais juntamente com os pais
    O jovem precisa de um alicerce familiar na sua educação, por isso muitas vezes, alguns jovens, fazem o que querem, falam o que acham que é correto, agindo sem pensar nas consequências, por impulso.
    Parabéns pelo projeto.
    Franciani C. Hito – Maringá/PR

  5. alcaraz disse:

    Daniel Gatto,

    Agradecemos o comentário e achamos suas perguntas muito pertinentes.
    Respondendo as suas perguntas podemos dizer com as pesquisas efetuadas que:

    Bullying apenas refere-se a ações agressivas em Turmas escolares ou também entre famílias?
    - Muitas vezes, mesmo na vida adulta, somos centro de gozações entre colegas de trabalho ou familiares. O conceito de Bullying pode também ser aplicado na relação de pais e filhos e entre professor e aluno, citando como exemplos, aqueles adultos que ironizam, ofendem, expõe as dificuldades perante o grupo, excluem, fazem chantagens, colocam apelidos preconceituosos e têm a intenção de mostrar sua superioridade e poder, usando deste comportamento freqüentemente.
    Segundo artigo de Aramis Antônio Lopes Neto e Lauro Monteiro Filho o Bullying pode se manifestar de quatro formas diferentes: verbal, físico, psicológico e sexual. Referem pesquisas onde a maioria dos alunos vitimados por Bullying destaca como a situação mais freqüente a identificação por apelido com maldade e com propósitos de humilhação, seguido do roubo de pertences (39%), a indução ao uso de drogas (30%) e os ataques violentos (25%).

    Ações agressivas em famílias, como podemos ajudar tais pessoas com atitudes agressivas?
    - A educação pela e para a afetividade já é um bom começo. O exercício do afeto entre os membros de uma família é prática primeira de toda educação estruturada, que tem no diálogo o sustentáculo da relação interpessoal. Além disso, a verdade e a confiabilidade são os demais elementos necessários nessa relação entre pais e filhos. Os pais precisam evitar atitudes de autoproteção em demasia, ou de descaso referente aos filhos. A atenção em dose certa é elementar no processo evolutivo e formativo do ser humano.

    Atenção e respeito são suficientes para prevenção do bullying?
    - Existem outros valores como apreciação, vínculo, auto-reflexão, colaboração, liderança, afetividade.

    Existe algum tratamento profissional no Brasil?
    - Realizando uma pesquisa não podemos afirmar um tratamento específico, mas estaremos pesquisando mais para poder te responder. Segue abaixo uma dica.
    O tratamento indicado para o autor de bullying deve ser o de habilitá-lo para que controle sua irritabilidade, expresse sua raiva e frustração de forma apropriada, seja responsável por suas ações e aceite as conseqüências de seus atos. Portanto, aqueles pacientes que relatarem situações em que protagonizam ações agressivas contra seus colegas merecem atenção, tanto quanto os que são por eles agredidos.procure entrar nos sites indicados:
    http://www.bullying.com.br/

    PROGRAMA DE REDUÇÃO DO COMPORTAMENTO
    AGRESSIVO ENTRE ESTUDANTES

    http://diganaoaobullying.com.br/secao_projeto/acoes.htm
    http://virtualpsy.locaweb.com.br/index.php?art=372&sec=20

    Navegue novamente no blog para conhecer mais sobre o assunto, esperamos ter ajudado e estamos a disposição para novas dúvidas.

    Keilla e Noemi

  6. adryelle disse:

    Estou estudando muito sobre o bullying ..;;;

    Várias pessoas da escola com esse projeto q realizamos ..pararam … mudaram e muituh .;;; infelizmente ainda há poucos que praticam ..;; ;mas estamos atras … disso… de mudar as vidas das pessoas …;
    mostrando historia ..;; e apresentando trabalhos..
    by : adry

  7. Paty disse:

    Achei muito bom ter abordado esse tema, pois devemos combater esse mal que prejudica muito os alunos, tanto quem pratica e quem sofre, eu já sofri bullying na minha época de escola, mas hoje consegui superar, e estou me formando para ser professora de português e inglês, e a minha monografia vou falar sobre bullying, estou trabalhando muito esse tema, e estou gostando muito de fazer esse trabalho, como tenho uma pequena experiência sobre esse tema, e quero fazer um projeto na escola.

  8. maiara disse:

    Essa materiia e muitoooo boooaa !!

    E muitoooo boom saberr q as pessoass se importam com as outras e as ajudam com um simples textoo !!

    bjÛ

  9. Maria das Dores disse:

    Isso serviu pro meu trabalho de Portugues e Matematica

  10. Fernada disse:

    Acho muito bom o pessoal falar sobre o bullying pois é um fato que várias pessoas escondem.

  11. Luiza V.S. Camargo disse:

    Nossa na minha escola tem muitos alunos que praticam esse mal ja cheguei
    a falar a uma pessoa: Vc naum tem consciência do que vc esta fazendo?! Por que se
    fosse com vc naum ia gostar… Por isso pense 10 vezes antes de fazer isso se
    pensar 11 naum faz!!!

  12. Helena disse:

    Para já queria felecitalos pelo bonito blog.
    Mas o objectivo deste meu comentario é pedir que ponham mais informação acerca do que as pessoas devem fazer para prevenir o Bullying

  13. Júlia disse:

    Se uma pessoa sofreu de Bullying muitas vezes pode ser capaz de matar. Mas por que será que quem comete Bullying não tem medo das consequências se já existem tantos avisos e alertas sobre isso?

  14. thyago disse:

    o bullying muitas veses, começa atraves de uma brincadeira.
    emquanto fica so nela ta tudo bem,mas nem todo mudo curti setas bricadeiras{bricadeiras de mal gosto} para algumas pessoas o bullying é nomal, mas na verdade é uma falta de disrespeito ao seu colega…
    pratica o bullying é coisa de quen não tem o que faser..

  15. mirely souza disse:

    oi gente sou nova nao sabia que bullying existia, mas quando minha profº de portugues passou um trabalho sobre isso nao sabia o que era !!!
    isso tem tratamento?
    isso e so nas escolas?
    pode acontecer bullying com geys e lesbicas tambem

    • objetivopenha disse:

      Isso não acontece só na escola, mas também em seu trabalho, enfim onde há agrupamento de pessoas.
      Tem Tratamento e pode acontecer com qualquer pessoa.

  16. ariel disse:

    ééé eu tambem nunca sofri bullying até pq eu conheço todo mundo do meo colegio e se acontece-se eu revidaria kopsaokasokoskaoaksokpasopk e eu vou falar com a minha professora(s)sobre este assunto e fazer uma pecinha de teatro :D

  17. emilly disse:

    nossa toooh hoooraaaas procurando um site que entedendah e me aj8uda e achar o causa o bullying e naooo axo nada neste site ke porcaria

  18. Emanuelle disse:

    Acho muito interessante esse assunto, e acho que uma pessoa bem próxima de mim é vitima de bullying…
    Por tanto, gostaria de ter mais informações de como ajudar uma vítima de bullying.

  19. Ana Karolina disse:

    Na semana passada o meu professor de inglês nos mostrou um documentário sobre o BULLYING.
    A minha reaçao foi muito estranha,porque eu e as minhas amigas tirávamos muito sarros de um menino da sala…Mas,eu apenas brincava,e em muitas vezes eu o defendia das brincadeiras dos outros alunos,porém eu não fazia idéia do que realmente era o BULLYING.
    Isso geralmente acontece nas escolas com os “alunos mais diferentes”
    Ex:Os mais “cdfs”,os mais gordinhos,enfim,os alunos considerados DIFERENTES,que ao nossos olhos eram considerados ESQUISITOS.
    Hoje eu já conheço mais sobre o assunto,e agora já sei um pouco como previnir essa violencia tão horrorosa que é o BULLYING.

  20. viviane altenburg disse:

    olá!!
    adorei o assunto,apenas gostaria de
    saber mais sobre como tratar os casos
    de bullig,dos que recebem a agressão e
    dos agresores também.
    se atendida agradeço!

  21. suellen disse:

    ñ esta completo precisa de mais coisas p/ ajudar !

  22. claudia disse:

    Muito esclarecedores os textos e respostas. vou poder argumentar melhor com a direção da escola de meu filho, pq descobri q a escola está desatenta e meu filho está sendo humilhado.
    claudia damigp

  23. amanda disse:

    eu achei mt inportante isso pra as pessoas

  24. ricardo disse:

    o bullying é uma violencia muito grave contra as pessoas,o bullying não pode continuar assim ou pode? você precisa acabar com isso denuncie,o bullying causa muitas coisas ruims com uma pessoa,.por exemplo:a pessoa fica com medo de sair de casa,se sente só,não tem coragem de falar pra para nimguem que é violentada denuncie “muitas pessoas precisam de voce´´.

  25. Stéphany disse:

    se os alunos não tivenssem tantos direitos esse tipo de bulling nunca aconteceria
    os jovens de hj podem tudo…
    e no futuro…. q brasil nos teremos??

  26. vitoria disse:

    Acho muito bom as pessoas se importarem com isso , nós ja fazemos nossa parte de responder a isso , bom…continuem assim galera , nós ja estamos em um bom começo contra o BULLYING , vamos incentivar as outras pessoas .
    UMA BATALHA NÃO SE VENCE SEM FRACASSOS!!!
    NO bullying YES paz!!!

  27. nathália disse:

    eu e nossa turma estamos fazendo um trabalho sobre o bullying e isso nos ajuda muito obrigada………………..

  28. Gustavo disse:

    Gustavo
    julho 18,2013,as 10:25=Isso e um trabalho da minha professora isso ajuda bastante valeu.

  29. Gustavo disse:

    julho 18,2013,as 10:25=Isso e um trabalho da minha professora isso ajuda bastante valeu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s